Terça-feira, 5 de Julho de 2005

O Principezinho



raposa.gif



"«Cativar» quer dizer o quê?
- É uma coisa de que toda a gente se esqueceu - disse a raposa. - Quer dizer «criar laços»...
- Criar laços?
- Sim, laços - disse a raposa. - Ora vê: por enquanto tu não és para mim senão um rapazinho perfeitamente igual a cem mil outros rapazinhos. E eu não preciso de ti. E tu também não precisas de mim. Por enquanto eu não sou para ti senão uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativares, passamos a precisar um do outro. Passas a ser único no mundo para mim. E eu também passo a ser única no mundo para ti...
(...)
- Mas, se tu me cativares, a minha vida fica cheia de sol. Fico a conhecer uns passos diferentes de todos os outros passos. Os outros passos fazem-me fugir para debaixo da terra. Os teus hão-de chamar-me para fora da toca, como uma música. E depois, repara! Estás a ver aqueles campos de trigo ali adiante? Eu não gosto de pão e, por isso, o trigo não me serve para nada. Os campos de trigo não me fazem lembrar nada. E é uma triste coisa! Mas os teus cabelos são da cor do ouro. Então, quando tu me tiveres cativado, vai ser maravilhoso! O trigo é dourado e há-de fazer-me lembrar de ti. E hei-de gostar do som do vento a bater no trigo..."

O Principezinho
publicado por claudiapcs às 11:03
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Anónimo a 13 de Julho de 2005 às 20:58
Um livro marcante na minha vida, já o li à minha filha, que por sua vez o leu ao irmão. Mas que continuo a ler, sempre que entro em reflexão.

Vou ler o teu blog, que mal entrei, chamou-me a atenção esta passagem do livro de Exupèry, ao qual me rendo completamente!

Um abraço e grata pela visita ao meu Blog :)Menina_marota
(http://eternamentemenina.blogs.sapo.pt/)
(mailto:Menina_marota@sapo.pt)


De Anónimo a 11 de Julho de 2005 às 21:47
Olá :)
Parece que adivinhou o meu amor pelos animais, principalmente por um: cão. Por isso ainda bem que visitou as minhas divagações (onde escrevo uma serie de "parvoíces" como costumo dizer), pois levou-me a conhecer o seu blog, tão a meu gosto :)gaivotadaria
(http://GaivotadaRia.blogs.sapo.pt)
(mailto:bgaivota@sapo.pt)


De Anónimo a 8 de Julho de 2005 às 12:16
Gostei muito do livro:). Simples, qualquer crianca o pode entender e qualquer adulto pode meditar acerca do seu sentido. O meu blog é sobre caes, vem visita-lo.puppydog
(http://www.doggy.blogs.sapo.pt)
(mailto:puppydog1212@sapo.pt)


De Anónimo a 6 de Julho de 2005 às 19:40
Um livro para ler e reler, reler, reler... um livro simples e magnífico exactamente pela sua simplicidade!Kita
(http://azuleazul.blogs.sapo.pt/)
(mailto:tricia20@iol.pt)


De Anónimo a 5 de Julho de 2005 às 20:04
Este é um dos meus livros preferidos e foi tema de um dos meus primeiros posts :)Formiguinha
(http://formiguinha.blogs.sapo.pt)
(mailto:blog_formiguinha@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. As quatro fases dos Prote...

. As quatro fases dos Prote...

. CITAÇÃO

. Beleza natural

. A partilha...

. União Animal

. Caracterização geral

. Um desejo...

. Solidariedade

. CITAÇÃO

.arquivos

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Setembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds